Inbound Marketing Marketing Estratégico

Inbound Marketing e Outbound Marketing: quais são as diferenças?

Escrito por Lab 34

O marketing é, cada dia mais, essencial para qualquer tipo e tamanho de negócio. Afinal, ele é o responsável por analisar todos os elementos que englobam a operação da empresa e, com isso, traça estratégias e executa-as para obter vantagens competitivas. Com a modernização desse conceito e a criação de novas ferramentas, esse trabalho passou a ser dividido em Inbound Marketing e Outbound Marketing.

Enquanto o Inbound visa a atrair os leads, o Outbound trabalha com a prospecção ativa das oportunidades de negócios. A aplicação de cada forma de trabalho vai depender do perfil da empresa e dos objetivos que ela deseja alcançar. Podem ser usadas apenas uma delas ou as duas agindo em conjunto, mas, para decidir isso, é preciso conhecer quais são suas formas de atuação e diferenças.

Veremos, agora, como essas estratégias funcionam e quais os pontos de divergência. Confira!

O que é Inbound Marketing?

Por aqui, ele também é conhecido como marketing de atração, ou seja, em vez de a empresa ir atrás dos clientes, são eles quem vêm à procura do produto ou serviço. Ele age por meio do oferecimento de algum material que seja de interesse do público, com isso, cria um relacionamento a fim de envolver o lead e direcioná-lo à conversão. A oferta de conteúdo relevante é uma das formas mais comuns de atrair as pessoas.

Esse material pode ser no formato de blog posts, e-books, infográficos, e-mails, entre outros, e visa a educar os leitores sobre algum assunto relacionado ao ramo de atuação da empresa. Assim, as pessoas podem identificar o problema que elas têm e buscar as soluções, de preferência, com sua empresa. Ainda, podem ser usadas algumas técnicas, como SEO, posts em redes sociais, envio de e-mail marketing etc., de modo a aumentar a encontrabilidade e estreitar o relacionamento.

Qual o conceito de Outbound Marketing?

Ele é o oposto do Inbound, pois busca impactar o público ativamente, por meio de anúncios no rádio, TV e Internet; telemarketing; outdoors; flyers e mala direta, por exemplo. É mais indicado para situações em que o relacionamento pessoal seja importante, como em negociações com empresas B2B que tenham um alto valor de ticket médio e um longo processo de venda, ou com companhias B2C que tenham um ticket baixo, mas um rápido ciclo de compras.

Por vezes, o Outbound é chamado de “marketing de interrupção”, pela pausa que é necessária para apresentar o anúncio. Contudo, essa é, justamente, uma vantagem dessa forma de operação, já que existem situações em que o público não conhece um determinado produto ou serviço e a intervenção se faz oportuna. Isso é muito útil em negócios B2C que têm o chamado “processo de vendas complexo”, no qual o ciclo pode ser mais longo e a nutrição dos leads é feita com contato humano.

Quais são as diferenças entre os dois?

No Inbound Marketing, a comunicação é indireta, mas existe mais interação, já que o objetivo é envolver os consumidores e conquistá-los por meio do relacionamento. Por operar, em sua maior parte, por meio digital, tem um custo relativamente mais barato. Ademais, ele tem um poder de engajamento maior, pois as mensagens entregues são de interesse do público. Além disso, é possível fazer um acompanhamento em tempo real e ajustar as estratégias de imediato, se necessário.

O Outbound tem uma forma mais direta de contato e é voltado para mensagens que atinjam um grande número de pessoas, geralmente, usando veículos de mídia em massa. O retorno sobre o investimento também é conseguido em um tempo mais curto, já que ele alcança seus objetivos de forma mais rápida. Contudo, nesse modelo, as modificações são mais lentas e requerem mais trabalho.

Essas foram algumas das diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing. Para saber qual se encaixa melhor no seu perfil de negócio, é preciso fazer um bom estudo sobre os fatores relacionados à empresa. Um planejamento minucioso também vai ajudar na decisão e dar prosseguimento sobre quais estratégias são as melhores em cada modelo. Além disso, nada o impede de utilizar as duas formas de trabalho, se for vantajoso, a fim de intensificar os resultados.

Agora que você conhece a diferença entre essas duas formas de marketing, veja como funciona uma consultoria de Inbound e por que investir nessa estratégia.

Sobre o autor

Lab 34

Deixar comentário.