Websites e E-commerces

Quais as vantagens de criar um e-commerce?

blog lab34 criar um e-commerce transformação digital marketing vendas internet
Escrito por Lab 34

A transformação digital fez as vendas online aumentarem. Saiba como criar um e-commerce e as vantagens de investir na própria loja virtual.

O cenário de transformação digital tomou conta do Brasil nos últimos meses. Com a pandemia de coronavírus prejudicando a economia, muitas empresas se viram encurraladas diante de um cenário catastrófico. De imediato, criar um e-commerce e aumentar as vendas pela internet se tornou necessário se manter no mercado.

O processo de transformação digital das empresas geralmente é lento e gradual. Sendo assim, empresas que estão no mercado há 50, 100, 150 anos têm um modelo de gestão bem arquitetado, o que não viabiliza mudanças radicais.

No entanto, o que temos visto em termos de tecnologia nos últimos 5 anos é impressionante. Por exemplo, a big data, inteligência artificial, realidade aumentada, internet das coisas, tudo é muito novo e moderno.

Nesse sentido, nosso cenário atual força as empresas a se lançarem no marketing digital e se posicionar virtualmente. As lojas online têm se multiplicado, assim como a necessidade de criar um e-commerce.

O que é um e-commerce e como ele se diferencia de outras plataformas de venda?

Para começar, um e-commerce é um site online que vende os produtos que a própria marca produz. Já marketplaces são sites onlines que vendem produtos de diversas marcas ao mesmo tempo.

A Perfumaria em Casa, por exemplo, é um e-commerce com um catálogo completo dos produtos produtos da Yamá Cosméticos. Já a Época Cosméticos é um marketplace que vende produtos da Yamá Cosméticos, dentre outras marcas. No marketplace da Época, existem apenas alguns produtos da Yamá.

Assim, essa questão de vender apenas no próprio site ou não faz parte da estratégia de marketing digital da empresa. Às vezes, por motivos de exclusividade, a marca opta por não “terceirizar” a venda.

No entanto, o mais comum é criar um e-commerce próprio e conseguir boas parcerias com grandes marketplaces. Outros exemplos desse modelo de loja online são:

  • Americanas
  • Magazine Luiza
  • Amazon
  • Mercado Livre
  • Kabum
  • Netshoes

Como melhorar a experiência do consumidor e conquistar mais clientes

Dentre as vantagens de criar um e-commerce próprio podemos citar a autonomia para corrigir defeitos e melhorar as vendas. Quando se tem sua própria loja online, é possível fazer ajustes específicos que melhoram a experiência de compra do cliente de ponta a ponta.

Dessa forma, oferecer um atendimento tão perfeito ao ponto de impressionar seu novo consumidor. Uau!

A transformação digital mudou a forma de consumir. As redes sociais e sites, como Reclame Aqui, deram mais poder ao consumidor. Com isso, quem compra pode se transformar em um detrator ou promotor da sua marca. E claro, um promotor é sempre melhor.

Como transformar análise de dados em aumento no faturamento

Outro ponto importante durante o funcionamento de um e-commerce é saber analisar e mensurar dados constantemente. Através da sua loja você terá acesso a KPI’s (Key Performance Indicator) para medir os resultados das suas vendas.

São dados como número de vendas, ticket médio, produtos mais vendidos etc. Números que são facilmente processados por uma inteligência artificial e que 10 seres humanos provavelmente levariam dias para calcular.

Com isso, você ganha em tempo para rapidamente tomar decisões que impulsionam as vendas e diminui os prejuízos causados pela demora de processos analógicos.

O crescimento dos e-commerces no Brasil

Outra vantagem de criar um e-commerce é se posicionar competitivamente no cenário digital com outras empresas. Dados de abril 2020, mostram que as vendas por e-commerce aumentaram 81% em relação ao mesmo período de 2019. As vendas quase que dobraram por conta da pandemia.

Além disso, nesse período de quarentena, a ABComm afirma que o número mensal de aberturas de comércios eletrônicos saltou de 10 mil para 50 mil. Isso representa um aumento de 400%.

E tem mais, segundo um estudo da Sem Rush, em março o Brasil registrou 14 mil buscas pela palavra-chave “comprar on-line”. Essa mesma pesquisa aponta para um aumento nas buscas por plataformas de e-commerce. Confira:

  • vtex.com.br (+ 17,69% buscas)
  • shopify.com (+ 27,66%% buscas)
  • lojaintegrada.com.br (+ 32,55% buscas)
  • nuvemshop.com.br (+ 60,82% buscas)

Ou seja, realmente as empresas estão buscando pela transformação digital.

Qual o primeiro passo para criar um e-commerce?

Bom, o primeiro passo é a informação e o conhecimento. Você já começou bem! Agora, é necessário pesquisar e planejar muito para criar a estratégia de vendas do seu e-commerce.

Para isso, é importante decidir qual plataforma usar, precificar os produtos, planejar a logística de produção, de entrega e desenvolver ótimas campanhas de marketing para ter mais visibilidade online.

Quer saber mais como planejar a estratégia de marketing para seu e-commerce? Mande uma mensagem pra gente! Somos especialistas em transformação digital.

Sobre o autor

Lab 34

Deixar comentário.